20 julho, 2005

A cavalo como na vida

Image hosted by Photobucket.com

Foto: Horse Spirit by Marcelina Martin
Aprendi a montar cavalos como tenho aprendido tudo na vida: naturalmente.
Aprendi com os olhos, com as mãos, com a boca, com o nariz, com os ouvidos. Felizmente nunca perdi o instinto animal. Quando se nasce selvagem dificilmente se perde a avidez de conhecimento necessário à sobrevivência. Mas no fundo é o mesmo instinto que nos leva a comer terra para saber a que sabe!
E foi assim que aprendi a montar, tal como aprendi a comer terra, a andar, a nadar, a saltar, a voar, a ler, a escrever, a falar…
- Não, não tenho a tua nobreza em cima da sela…
Para mim um cavalo é um cavalo, com o seu aspecto de cavalo, com pelo de cavalo, com sabor de cavalo, com cheiro a cavalo e sons de cavalo! E não preciso de estar lavado, selado, com rédeas com freio…para ser um cavalo inteiro! Posso monta-lo mesmo assim!
Eu sei que ficarei a parecer uma Índia desajeitada… e depois!? Ele continuará a ser um cavalo e eu continuarei a ser eu!
- Chocas-te por não ter receio em abrir as pernas para monta-lo!?
Desculpa-me, Amazona, mas essa tua posição de meio-termo não me chega! Eu gosto de cavalgar sentada, sentindo o vento igual nas duas faces, as rédeas iguais nas duas mãos independentemente de ter subido pela esquerda ou pela direita! Sou ambidestra por alguma coisa!
- Eu assusto-te?
Pois o meu cavalo continua arredio para a tua singeleza. Ou calças as botas e vestes as calças e largas essa posição incerta de Amazona, ou não tentes monta-lo! É dura a queda, o cavalo é alto, arredio…

Freixo De Espada à Cinta. 16/07/05
Liliana C.

12 comentários:

nina rizzi disse...

era exatamente o que queria ouvir -ler... exatamente :)

por fim, somos igualmente nada civilizadas (digo para os parâmetros sociais.. rs..), ou se preferir: índias :)

beijos coloridos ***

Márcia disse...

também prefiro.

um beijazul daqui.

AlmaAzul disse...

nina, "tu sede eu" continua a ter sentido. Há coisas que não mudaM nunca...
Beijo_azul

márcia :) ***azuis

mfc disse...

O que é natural é cavalgar um cavalo cavalgando, independentemente do sexo.
Tudo o resto são pruridos que afectam o ser-se...

Tangas disse...

vocês desculpem, mas os cavalos tresandam. ginasticam as pernas e outras coisas, mas prefiro o assento de uma moto - voto no conforto

AlmaAzul disse...

mfc, concordo totalmente mas a sociedade tende a inventar estar “regrazitas”!
*azul

tangas,rsrsrs... para mim não são comparáveis, são ambos apaixonantes ;).

Natalie Afonseca disse...

Olá!
Obrigada pela visita...volta sempre que quiseres!!
Adorei o texto, mesmo.
O verdadeiro sabor da vida, é quando aprendemos tudo de forma mais natural possível!
Adoro esta música .... genial!
Ate...
Beijinhos

AS disse...

Um texto onde sublinho a beleza e a rebeldia...

Um beijo

AlmaAzul disse...

natalie, bem_vinda também :). Obrigada.

Frog, Obrigada.:)
Beijo_azul.

Tangas disse...

ufa... ainda bem que tens dois amores ;)

Anónimo disse...

Excellent, love it! Anti spyware popup blocker pendleton blanket coats fax machine Debt consol American general hummer prozac generic fluoxetine eshoprx

Anónimo disse...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it » »