18 abril, 2010

o silêncio dos cardos


Regresso de novo a mim ao silêncio dos cardos.
Ele é a minha casa.
(Casa é o lugar onde sempre regressamos.)
E é nele que me aninho e me aconchego. É aqui que sou eu. E aqui que sou sonho.
Há certamente flores mais belas.
Por vezes, até mesmo eu acho, por momentos, que são mais belas do que os cardos. Até eu me apaixono!
Mas é uma beleza tão efémera. É ruidosa a paixão.
Prefiro os meus cardos e o seu silêncio aconchegante de onde cada vez menos tenho vontade de sair.
Vai, eu fico com os cardos.

2 comentários:

Filha de SafO disse...

será que tens Alma escocêsa?
bjo

Plínio ( Bg ) disse...

oi, gostei mto do seu blog,
Eu faço layouts, se você quizer ter seu blog mais personalizado,

mais a sua cara... me procure
http://surtosmodeon.blogspot.com/p/portifolio-encomendas-de-layo

ut.html