08 março, 2010

Primeira carta para um possível Amor

Escrevo-te para te dizer que venhas com calma, que a vida é-me suficientemente longa para que possa esperar-te.
Demora todo o tempo que precisares a percorreres a distância entre nós. Perde-te por todos os becos e todas as vezes que te fizerem faltam. Mas por favor não chegues até mim com dúvidas ou incertezas, porque elas não me fazem falta para coisas alguma.
A vida tem-me dado disso em demasia e já não devo ter muito mais capacidade para resistir-lhes. A membrana pode rebentar a qualquer momento e nem tu me valerias.
Por isso demora-te e vem quando te sentires preparada.
Eu espero. Vou com calma reconstruindo a minha guerreira para que dome este cavalo que teimosamente tende em correr em velocidade de cruzeiro. Este cavalo que teima em ir, em te procurar.
Vem, não penses que algum dia possa ser tarde. Hoje não é tarde muito menos amanhã.
E mesmo que a doença me vença o corpo a alma estará sempre livre. E prometo-te ter força suficiente para fazer aparecer o arco-íris entre a minha e a tu mão, e mesmo para que escalando o meu corpo possas ver as estrelas todas. E mesmo que penses que as tuas asas estão cansadas eu partilho contigo as minhas… porque se usares uma e eu outra de mãos dadas deve funcionar igualmente.
Leva o tempo que quiseres a percorrer-te mas por favor atende ao meu pedido.

 
Imangem: Carta,  Rui Miguel Pimentel

9 comentários:

rv disse...

... ainda pensei em te dar os parabéns pela coragem, mas na realidade o quero mesmo dizer é que este texto revela aquilo que a vida nos ensina, o amadurecimento, e por isso sim, dou te os parabéns.
abraço

C. disse...

"Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada coisa a Lua toda
Brilha, porque alta vive."

Ricardo Reis

E não é assim que devia ser sempre?

AlmaAzul disse...

rv, obrigada. Tenho um problema com esse dito amadurecimento... mas fica para uma próxima.

C. É fácil ser-se inteiro, o difícil é lidar com o "inteiro" dos outros. Pior ainda com a falta dele.



Bom dia da mulher :)

Me, Myself and I disse...

Lindo, lindo, lindo! Fiquei sem palavras... Alias depois de ler isto nada mais há a acrescentar.
Well done my dear.
Vou ver se recebo uma destas pelo correio :)
Beijoc@

Pioio disse...

Conheço pouco da tua forma de estar na vida e da tua maneira de ser, mas do pouco que conheço e daquilo que por aqui leio, permite-me que diga... que mereces muito mais do que esperar por alguém, mereces que alguém espere por ti! Espero que esse teu indomável cavalo venha a ser livre em belas e calmas pradarias.

Até breve*

rv disse...

desculp tens razão, mas venho sp à pressa e acabo por não me explicar bem. O q queria dizer é que te dava os parabéns pela maturidade e não pelo que escrevi em cima pq, de facto, eu não conheço o lado de lá, de quem escreve por isso não posso fazer avaliações nem o devo fazer a menos que numa relação de amizade mo peçam, o que não é tb o caso, acho que na net com determinados blogs existe sim uma simpatia, por vezes afinidades, no fundo agradáveis relações de vizinhança.E já agora, os parabéns devem-se mesmo à coragem e inteligência racional de ter a capacidade de não querer as coisas pela metade, pq por vezes já bem basta estarmos nós próprios pela metade, e acredita q tb já tive na~situação que descreves no post, embora não tenha esperado, m isso são outros quinhentos e cada um é como cada qual, o futuro é revelador do melhor e do pior das histórias consoante a pprespectiva com q se olha.

AlmaAzul disse...

Me, Myself and I, espero que o carteira tenha chegado por aí :)

Pioio, obrigada. Infelizmente as pessoas nem sempre têm tudo o que merecem. Senão seriamos todos bons.
Bjs :)

rv, acho que eu é que divaguei um pouco , como é meu costume. Estes meios são azo muitas vezes a diferentes interpretações. Mas isso também é benéfico, pois traz-nos novas perspectivas e diferentes formas de ver as coisas. E por esta troca de ideias o meu obrigada pois é isso que dá sentido a estes espaços.
:)

Beijos de Rosas disse...

Gostei da "carta"...gostei da forma como a descreves te...Parabéns!

Beijinhos de pétalas:)

Me, Myself and I disse...

Nada de carta ainda :( MAs quem espera pode ser que alcance ;)
Beijoc@*