02 março, 2010

o voo


Sabes, no fim, é como se fossemos um pássaro que tem de dar o seu primeiro voo.  
 Se há quem veja nisso um grande momento, o pássaro está tão apavorado que não lhe é permitido tirar qualquer gozo ou prazer dele.
No entanto, é esse momento que lhe permite ver o que nunca imaginou ser possível ver.
E mesmo que nos primeiros golpes de assas sinta o receio e o medo em relação ao mundo que o espera e é imenso, isso com o tempo vai-se esbatendo.
E chegará o tempo em que voar lhe será tão natural que se esquecerá sequer do pavor de abrir as asas e voltear em direcção ao chão. Em que subirá bem alto no Azul e verá tudo do alto.
E no fim, no fim… é como se fossemos um pássaro que tem de dar o seu primeiro voo. 

12 comentários:

rv disse...

é isso tudo; mt bem escrito

Filha de SafO disse...

Até me custa a dizer isso: mas concordo contigo. :-o
Se precisares dum empurrãozito para te lançares, mi-liga. :P
Traz Brie que nos levamos o "tal vinhito" e pão :)
Boa?
Bjs

a disse...

Equilibra-se na falésia e adivinha um voo picado ravina abaixo em busca de alimento.

Bela foto!

C. disse...

Sabes, fico com a sensação de já ter lido um texto parecido a este em algum lugar... Mas penso, penso, e não me recordo. De qq forma, acho, como advogado em causa própria, que é mesmo assim - o pavor inicial e a "naturalidade" após a experiência. Simples! :-)

e...

"Antes o vôo da ave, que passa e não deixa rasto,
Que a passagem do animal, que fica lembrada no chão.
A ave passa e esquece, e assim deve ser.
O animal, onde já não está e por isso de nada serve,
Mostra que já esteve, o que não serve para nada.
A recordação é uma traição à Natureza,
Porque a Natureza de ontem não é Natureza.
O que foi não é nada, e lembrar é não ver.
Passa, ave, passa, e ensina-me a passar!"

Alberto Caeiro,"O Guardador de Rebanhos".

AlmaAzul disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
AlmaAzul disse...

rv :)

F_D_S, andas a concordar muito comigo ultimamente não sei não mas isso é de desconfiar!

:P

a, obrigada.
O alimento é condição à vida.

C. pois não sei, talvez exista mesmo a tal inteligência colectiva. Ou então uma mera coincidência. Mas não te esqueças se te lembrares de partilhar (ou outra palavra menos psicanalítica :-X).
Já ando aprendendo a passar :)

Como diria o Eugénio "vou com os pássaros".

lucyinthesky disse...

ola...
muito bom o seu blog....
abraços

Beijos de Rosas disse...

Posso ser tua companheira de voo?
Gostei de te ler...
Beijinho Azul :)

AlmaAzul disse...

Lucyinthesky, bem-vinda :) Obrigada

Beijos de Rosas. Olá e obrigada.
Quanto ao voo podes tentar ve preencheres os requesitos aqui:
http://omeupaisazul.blogspot.com/2010/02/alguem.html

:)
Mas aviso já que não será fácil e a queda poderá ser enorme.

(Ai ai ai Almita que é feito do teu juízo)

Beijos de Rosas disse...

:)

Bom dia Almita :)
Quero lembrar-te de que levo sempre comigo a caixa dos primeiros socorros...não vas tu precisares dela :)

Beijinhos com juizo

AlmaAzul disse...

Beijos de Rosas, eu não gosto muito de medicamentos. E Feridas em Cão passam rápido como se diz por aqui ;)

***Azuis

Beijos de Rosas disse...

Não me importava de ser uma cadelita:)...para sanar as tuas "feridas" :)