14 janeiro, 2010

No fundo




"(...)Se me vagueio, encontro só indícios…
Ogivas para o sol — vejo-as cerradas;
E mãos de herói, sem fé, acobardadas,
Puseram grades sobre os precipícios…

Num ímpeto difuso de quebranto,
Tudo encetei e nada possuí…
Hoje, de mim, só resta o desencanto
Das coisas que beijei mas não vivi…

Um pouco mais de sol — e fora brasa,
Um pouco mais de azul — e fora além.
Para atingir faltou-me um golpe de asa…
Se ao menos eu permanecesse aquém…"

Excerto de "Quase" - Mário de Sá Carneiro

6 comentários:

rv disse...

quase perfeito

AlmaAzul disse...

Faltou um bocadinho quase assim ;)

RV disse...

tente ir à Casa das Mudas na Calheta e n te esqueças da máquina fotog.

RV disse...

eh, embora tanha crescido em Cascais, aqui em cima queria dizer Tenta

AlmaAzul disse...

:) Parece-me melhor :P
Obrigada pela sugestão. Mas já não vou conseguir ir até lá, regresso amanhã pela manhã.
No intento, conto voltar aqui. E vou tomar nota dela.

AlmaAzul disse...

:) Parece-me melhor :P
Obrigada pela sugestão. Mas já não vou conseguir ir até lá, regresso amanhã pela manhã.
No intento, conto voltar aqui. E vou tomar nota dela.