05 julho, 2009

Há dias assim...


...Há dias em que algo nos pesa de mais. Em que um sufoco fica retido na garganta e nos prende a voz. Em que há a urgência de um grito, de um suspiro... Onde há a necessidade de um abraço. Em que nada faz sentido. Em que não temos razões para estar assim. Mas estamos! Bastou um silêncio ou uma palavra. Uma noite mal dormida sobre um monte de questões. Uma prioridade. Uma sequência. Um sentido. Há dias em que uma vontade enorme de mudar definitivamente de vida nos ocupa. Dias em que é urgente ter coragem para viver. Onde é urgente pegar o touro pelos cornos. Onde até a queda se torna urgente, no cimo da corda bamba, interminavelmente bamba. Há dias em que nos cansamos dos cardos e da beira-mar. Dias em que olhamos para o lado e nos cansamos de sermos sós.
Há dias sem que é urgente encontrar quem caminhe silenciosamente, lado a lado.

5 comentários:

M disse...

E cada dia não passa de uma dia

sonhadora disse...

Sim ...há dias assim e há os outros, os dias coloridos, os azuis, os solares.
E apesar da distância e ausência conta comigo, para os dias assim e os assados :-)

Há os mails, o telefone ..e outras maneiras para superar os ditos.

Beijo meigo em ti, míuda

(Saudade *)

AlmaAzul disse...

M, é bem verdade... mas há dias e dias.

Sonhadora, é mesmo, sempre conto contigo. Já viste o que tinha de te calhar na cruz? ;)

Abraço Imenso.
***

Dantins disse...

E a seguir a esses dias seguem-se melhores dias, em que somos invadidos por um sorriso imenso.

Que esses dias chegem rápido...

Narcisa D'Almeida disse...

Que bonito, azul.

Tanto.