27 junho, 2009

Malmequeres ou bem-me-queres?



...Bem me queres, mal me queres, bem me queres, mal me queres, pétala a pétala…
E eu sem entender porque lhe chamamos Malmequeres e não Bem-me-quer!
Será fruto do fatalismo esperado e trágico dos Portugueses?



Imagens: Malmequeres II e III ( acrilico sobre tela) de Sónia Barreiras

Bom fim-de-semana

4 comentários:

Xingu disse...

Huuum... 'tou-te a ver!

Tenho uma dúvida:
- se te arrancasse fios de cabelos e fosse dizendo "mal me queres, bem me queres" aposto que no fim preferias chamar-te AlmaNegra! (não há dor maior que a negra, digo eu!).

Talvez por isso elas sejam malmequeres... para afastar a dor de cada petala arrancada por cá cá aquele amor.

estrelaminha disse...

bom dia!
possivelmente é o fatalismo que nos caracteriza.
que tal uma batota e só dizeres em me quer? ;-)
continuação de uma boa semana!
beijocas

AlmaAzul disse...

Xingu, desculpa mas acho que não consigo acompanhar o teu raciocínio. De inicio até me faz sentido. Poderia ser por isso de facto. Mas chamarem-se negras para " para afastar a dor". Provavelmente nesse sentido seria mais lógico o contrário não? Assim estão a evidenciá-la. Digo eu, que nunca entendi.

Estrelaminha, parece-me uma boa batota. Mas eu justo de jogos de sorte e azar. Dão mais pica. ;P

P.s. Xingu, eu sou careca :P

maripoza disse...

Ora aí está uma questão interessante... porque temos de ir sempre pelo lado negativo?

Beijo