08 março, 2006

Mulheres (08/03/06)



Vós que me distraís e me despertais
Me enlouqueceis e me avisais
E me trazeis pela mão e ao colo,
No chão e debaixo do pés…
Que me fazeis rir chorar
Morrer matar sofrer
Sorrir!
E
…que me levais na vossa corrente
De cheiros e perfumes e cores
E flores, dos olhos, dos lábios, das faces…
Que vos expondes que nem telas de Dali
Nas ruas onde eu me passeio.
E
…nas camas onde me deito,
Nos bares onde me perco,
Nos limbos onde me deito!
E
…nas lareiras onde me encontro.
Vós que me esperais todos os dias em casa
E me deixais pousar a cabeça em vosso colo
Procurando um afago
E me dais a calma e a força pra abrir de novo os olhos
E
…vós que me puxais a mão para fora dos bolsos
E fazeis navegar oceanos e galgar montanhas…
Descortinar vossos povos distantes e vossas ilhas encantadas.
E
… andais há longos anos ao meu lado em todo lado
Vós que apresentais as catedrais
e as montras onde saios rainhas
e os becos onde sois Mulheres-Prato
Mulheres-Ralo, Mulher-Secular.
E
…a ti, me tocaste pela primeira vez,
me criaste e me ensinaste onde vem
A força de uma Mulher-Vertical,
Mulher-Vento,
Mulher-Silêncio-Sentido.
E
…especialmente a ti que
me acordas todos os dias
me beijas antes de dormires
me fazes rir e sorrir…
E me fazes Mulher-Total
Mulher-Mulher


... presto aqui
A minha devoção
E graça.


AlmaAzul
Foto: Woman with Roses, Lynn Bianchi (1997)
______________________________________________________________________

Aproveitem o dia de hoje para perderem algum tempo pensando sobre alguns números que dão muito que pensar...

2 comentários:

indigo des urtigues disse...

Oh, mas que lindo poema!:)
Um beijo enorme pa ti mulher!

P.s. os números dão mesmo que pensar...:/

Anónimo disse...

Wonderful and informative web site.I used information from that site its great.
»