20 janeiro, 2006

Posse intemporal


Foto: Uma e a outra de Alfred Wickel

Fazer amor contigo
não é espelhar teu corpo nu
no vítreo do meu espaço
não é sentir-me possuída
ou possuir-te

É ir buscar-te
ao abismo de milénios de existência.
e trazer-te livre.
Manuela Amaral

5 comentários:

Cacau disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Cacau disse...

Ai!! Queres dar cabo de mim?

Dou-te um beijo pelo poema, um abraço pela Autora. Que saudades de ler a Manuela...;( Que saudades de não ter mais nada dela para ler...

Tou arrepiada e a culpa é da menina!

BEijo

AlmaAzul disse...

Se tem esse efeito eu postarei mais algumas coisas dela entretanto! lol

Ah! E eu nunca tenho culpa de nada ;)
Essa é uma grande característica milha ... :x lol

LemonTea disse...

Amor de todos os tempos!

Anónimo disse...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. »