17 agosto, 2005

Isto

Dizem que finjo ou minto
Tudo que escrevo. Não.
Eu simplesmente sinto
Com a imaginação.
Não uso o coração.

Tudo o que sonho ou passo,
O que me falha ou finda,º
É como que um terraço
Sobre outra coisa ainda.
Essa coisa é que é linda.

Por isso escrevo em meio
Do que não está de pé,
Livre do meu enleio,
Sério do que não é.
Sentir? Sinta quem lê!

Fernando Pessoa

8 comentários:

AS disse...

"Sentir, sinta quem lê"!...

Como Pessoa tem razão!

Um beijo

mfc disse...

Também gosto de sentir o que leio e aqui consigo sempre fazê-lo.

lennyharolds93102411 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
M. disse...

Só para dizer que gosto da foto. :o) Espero que estejas bem.
Um abraço

devaneios disse...

Bela foto!! :)
o poeta é um fingidor...! :D

AlmaAzul disse...

A Maria é uma óptima fotografa ;) Um beijo e desculpa o abuso :)

Escolhi este poema porque é assim que me sinto... "um fingidor" quando escrevo, tanto que chego a fingir que é dor a "dor que deveras" sinto...

***azuis

whitesatin disse...

O ponto de exclamação "disse" tudo.
;)

Anónimo disse...

Best regards from NY! film editing schools